Mudando de blog, me sigam lá (:

É, mudanças às vezes vem para o bem. Tô me mudando pro www.parais0.wordpress.com , com design novo, url novo, tudo novo, menos o estilo de texto. Então, vejo vocês lá 😀

(e de você.)

Feliz Aniversário!

Tumblr_m4dv29fx671qjtoveo1_500_large

Cara, tu tem noção do quão importante tu tá sendo cada dia mais importante pra mim?

Nesse ano que tá passando a gente tá muito junto, e isso é ótimo. Conversamos sobre tantas coisas… TANTAS COISAS. É muito bom saber que tem alguém que tem as mesmas opiniões que eu e, quando não tem, aceita as minhas e debate. Sei lá… só sinto que tu vai estar do meu lado quando eu precisar, assim como eu quero que tu sinta que pode contar comigo e que eu vou estar lá sempre. Pra te aconselhar, pra segurar vela, até pra bater em babacas, se um dia for necessário.

Quando a gente tá junto eu sempre dou risada, aproveito, me divirto. Mas quando a gente se separa, eu só consigo pensar: ”como conseguimos nos brigar por todos esses anos?”. E no tempo que a gente pode ter perdido, nas memórias, nas experiências que deixamos de ter. Mas sabe, por um lado, não importa. Pra tudo tem uma hora certa né? E quem sabe, se tivessemos conversado mais antes, não seriamos quem somos hoje. Já não faz diferença, porque o mais relevante é o momento no qual estamos vivendo agora. Não importa se estamos falando sobre ter filhos, amores adolescentes que voltam na fase adulta, ou noites muito loucas e bebidas que ainda vamos ter e provar. Experiências que serão só nossas, mesmo que sejam divididas com outras pessoas.

Porque, só agora eu percebo, a gente é a gente. E a gente vai ser a gente pra sempre (se é que isso faz algum sentido).  Estamos sendo nós mesmos, aproveitando o momento, aproveitando a vida, aproveitando a nossa amizade, que só tende a crescer.

Então, parabéns jujuba, te desejo tudo de bom hoje e sempre, e eu espero poder estar lá pra cuidar de ti quando estiveres pra baixo, pra te aconselhar, e também pra te abraçar, ficar super bêbado, e sair por aí rindo de tudo e de todos. Espero poder estar contigo pra presenciar esse ”tudo de bom”, e o ”hoje e sempre”. Se cuida, e mantém esse teu espírito jovem, e sincera. Continua sendo essa pessoa maravilhosa que és, mesmo que mude nas características físicas (e fique ainda mais linda) ou psicológicas, porque sei que a tua essência, de pessoa boa, de amiga, de conselheira, vai continuar a mesma.

Tumblr_m4ujijxtza1qm9mngo1_500_large

Então eu parei e percebi. Ela era como a lua pra mim, sempre foi. Calma, segura, um ombro pra chorar, uma conselheira, uma mulher presa num corpo de menina, e, acima de tudo, meu alicerce. Eu era seu mar: aventureiro, desbravador, curioso, selvagem, e sempre agia sem pensar nas consequências e me arrependia depois. Raramente nos víamos, mas isso não impedia que, toda noite, eu fizesse uma prece silenciosa para que tudo ficasse bem, para que ela ficasse bem. Para que ela conseguisse deixar todos os babacas que cruzassem seu caminho de lado, e continuar em busca do homem perfeito pra ela. Afinal, desde pequena sempre imaginava como este seria, mas nunca conseguiu descreve-lo e, quando atingiu certa maturidade, percebeu que jamais conseguiria, pois o cara perfeito seria aquele que aparecesse pra ela e a fizesse sentir. Sentir-se completa. Sentir-se realizada.

Sentir-se sí.

 

Poisé, quinze anos. Dá pra acreditar que já faz mais de quatro anos que a gente se conhece? Parece que passou tão rápido, e, ao mesmo tempo, durou tanto. Não foi perfeito, mas foi mais que isso: foi a gente. Quatro anos desde que eu vi esses teus olhos azuis pela primeira vez. Quatro anos desde que a gente começou a sair junto e eu ganhei uma irmã pra tomar conta e cuidar. Quatro anos em que eu penso em matar todos aqueles que se aproximam de ti só pra não permitir que eles te magoem.E agora tu ta aí, toda mocinha, toda vivida, toda radiante e sorridente. Evoluiu, de fato. Evoluimos, na verdade, juntos.

Não importa o que aconteça, quero que possamos contar juntos pros meus bisnetos de tudo o que aconteceu enquanto essa tua cabeleira loiralinda foi ficando branca. Enquanto as rugas apareciam nos nossos rostos, e as cicatrizes nos nossos corações, e cabeças, se tornavam cada vez mais vívidas e flamejantes. Porque elas são pra sempre,  assim como a gente é pra sempre, o equilíbrio. Cuidando um do outro, defendendo um ao outro, xingando um ao outro por ter sido idiota o suficiente para fazer aquilo, ou amar aquele, e se arrependendo dentro de um abraço apertado depois.

Percebo hoje que tu tem 15 anos no rosto, mas tem 100 na cabeça e no coração. Tu é madura, do teu jeitinho, e consegue marcar todas as pessoas que toca. Na boa, tu é linda, e nunca deixa ninguém te dizer o contrário. Em todos os anos de felicidade que estão por vir, deixe teu legado, tua marquinha especial nas pessoas e no mundo, e não esquece que tu é forte o bastante pra levantar, e revidar, quando for necessário. Tu sabe o que faz, sabe a hora certa de agir, e sabe ser quem tu é sem se importar com que os outros pensam. Amo tua loucura, amo tua sinceridade, amo teu coração, amo teus cabelos, amo teus olhos, amo tua personalidade, amo tua sensibilidade, amo o modo como tu sabe quando ser madura, e quando ser imatura: te amo.

Quatro anos,  quinze anos, um século, uma eternidade: tempo nenhum vai ser o bastante pra nossa amizade. Nada, nunca, porque, apesar do ”pra sempre” ser uma palavra muito forte, é a única que se encaixa na gente.

´´Mas no Sol e na luz falta a firmeza
Na formosura, não se dê constância.
    E na alegria, sinta-se na tristeza. ´´

”É difícil acreditar em promessas, quando você tá acostumada a ouvir palavras vazias e esquecidas em pouco tempo. É difícil você pensar que dessa vez pode ser diferente, quando você lembra das outras vezes que você pensou assim e foram tão iguais. Mais cruel do que você chorar e ficar mal por alguém, é você ficar tão bem com uma pessoa que morre de medo de quando esse sorriso vai começar a doer. É como se um dispositivo mandasse alertas dizendo que não se pode ser feliz e ponto, que tudo muito bom pode ficar ruim na mesma intensidade. E sair da sua zona de conforto parece perigoso demais, só que não tem jeito, mais cedo ou mais tarde você é invadida. E começa tudo de novo, gostar e sua linha tênue entre paraíso e inferno. Dá medo, né? Dá mesmo, eu sei. Mas eu não recuo porque quando eu caí, me levantei sozinha. E nenhum medo me assusta mais, porque eu me banco, seguro o tranco do que for, sem me apoiar ou depender de ninguém. Porque por mais maravilhosa que uma companhia for e independente do bem que ela me faça, quando ela partir, ainda vou ter a mim e isso me basta. Sem choro pelos cantos, sem falta de apetite ou cabelo mal arrumado. Acho que o segredo não é saber se entregar. É saber se entregar sem se perder.”

Foda mesmo é quando a inspiração deixa de ser uma coisa e passa a ser um alguém.

” Ela me manda um boa noite, e amanhã tenho um bom dia. ”

SOULSTRIPPER